04/04/2013

Inspiração noturna


 Sabe quando você deita pra dormir e assim que você encosta a cabeça no travesseiro cai aquela chuva de palavras em cima de você? Pois é. Aí você se vê às duas da madrugada sentada no sofá da sala, escrevendo apenas à luz da luminária para não acordar ninguém. Aí depois você põe tudo pra fora. Vomita aquelas palavras que a essa altura já se tornaram rabiscos que você reza para, no dia seguinte, conseguir entender. Elas dão origem a uns dois ou três textos (incluindo este). E então, você percebe que a inspiração já se foi e qualquer  resquício de sono também. Joga o caderno para um lado, a caneta para outro, atravessa o corredor e vai para o seu quarto. Para dormir? Não, para tentar! A noite é uma criança. Droga!
 Boa noite. Minha visão pede socorro e minha insônia agradece.


2 comentários:

  1. Me identifiquei nesse texto! Parece eu de madrugada. Parabéns pelo post.

    http://semnocaocharmeehumor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha que bom que se identificou Jô! *-*
      Obrigada!
      Beijos ;*

      Excluir

 

criado e codificado para o blog ficcionalmente real
cópia proibida © 2015